Celular novo? Veja quais cuidados tomar antes de vender seu Android

Alexandra Marques
Por Alexandra Marques setembro 8, 2014 08:36

Celular novo? Veja quais cuidados tomar antes de vender seu Android

O mercado de smartphones Android se renova todos os meses e os usuários estão cada vez mais interessados nas novidades tecnológicas. Isso acaba causando a troca frequente de aparelhos por parte dos consumidores, e consequentemente muitos smarts são vendidos ou repassados para familiares e amigos. Na hora de vender o celular antigo, porém, é essencial tomar algumas providências para que seus dados não sejam acessados por pessoas não autorizadas. Confira a seguir algumas dicas para se prevenir.

Backup

Antes de mais nada, é recomendado fazer backup de seus dados tanto para mantê-los a salvo quanto para transferir para o aparelho recém-adquirido. Assim, será possível apagar tudo do smartphone, para não deixar vestígios dos seus dados. Há inúmeras maneiras de guardar na nuvem os arquivos, desde os mais básicos aos mais avançados, por isso vale verificar qual atende melhor suas necessidades.

Computador nuvem (Foto: Pond5)
É possível salvar suas fotos e vídeos diretamente na nuvem 

Por padrão, os contatos ficam armazenados na conta do Google, cadastrada no Android, e os aplicativos podem ser baixados novamente bastando fazer login via Play Store (inclusive apps pagos),inclusive manualmente.

Dessa maneira, sobram vídeos, fotos e áudio, entre outros arquivos que podem ser movidos para um computador usando cabo USB, ou por meio de apps de armazenamento na nuvem. Há alternativa até para salvar o andamento dos jogos no PC ou transferir suas mensagens do WhatsApp.

Dropbox e Google Drive são alguns dos mais populares para fotos e vídeos, mas há inúmeros outros aplicativos que dão conta facilmente de todo o trabalho, sendo o destaque o Titanium Backup. Para quem não quiser depender da web para baixar de volta os apps no telefone, algumas soluções de backup também gravam os instaladores.

Criptografia dos dados

Ao decidir vender o smartphone Android antigo, é recomendado não realizar a redefinição de fábrica antes de criptografar os dados do aparelho. Esse procedimento evita que dados gravados profundamente na memória possam ser recuperados usando softwares especializados.

Passo 1. Para fazer a encriptação, vá até o menu “Configurar” do seu Android, clique em “Segurança” e toque em “Criptografar telefone”;

Acesse o menu de criptografia do aparelho (Foto: Reprodução/Paulo Alves)
Acesse o menu de criptografia do aparelho 

Passo 2. Na tela seguinte, conecte o celular na tomada e confirme sua escolha.

Conecte a uma fonte de energia e criptografe os dados (Foto: Reprodução/Paulo Alves)
Conecte a uma fonte de energia e criptografe os dados 

O procedimento demora mais de uma hora, requer que o aparelho esteja ligado na tomada e não pode ser interrompido, sob a pena de perda completa ou parcial dos dados. O usuário define uma senha de desbloqueio dos dados, que deve ser digitada sempre que o smart for ligado – só realize o processo caso tenha certeza da venda, pois é ele é irreversível.

Redefinição de fábrica

Depois dos dois passos anteriores é recomendado que o usuário faça a redefinição de fábrica no aparelho Android. Esse processo apaga todos os dados do aparelho, inclusive fotos e arquivos.

Passo 1. Vá até “Fazer backup e redefinir” e selecione a opção “Configuração original”;

Faça um reset completo no aparelho (Foto: Reprodução/Paulo Alves)
Faça um reset completo no aparelho .

Passo 2. Leia atentamente e toque em “Redefinir telefone”. Após esse passo, tudo será perdido no telefone e o sistema voltará à versão original.

Reset apaga todos os dados armazenados (Foto: Reprodução/Paulo Alves)
Reset apaga todos os dados armazenados

Tomando essas providências, você evita acesso indevido aos seus dados, já que caso ainda tenham alguns resquícios de seus arquivos após a redefinição, a criptografia realizada irá exigir um PIN único pré-configurado para abri-los.

É altamente recomendado que o usuário não abra mão de um aparelho antigo sem criptografar os dados e fazer um reset completo. Afinal, lembre-se que o telefone pode ser perdido ou revendido pelo comprador e parar nas mãos de pessoas mal-intencionadas sem o seu conhecimento.

Fonte: TechTudo

Alexandra Marques
Por Alexandra Marques setembro 8, 2014 08:36
Escreva um comentário

Nenhum comentário

Nenhum comentário ainda!

Deixe-me contar uma história triste! Não há comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar esse artigo.

Escreva um comentário
Ver comentários

Escreva um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.
Campos requeridos estão marcados*

COMENTÁRIOS RECENTES

  • Todi

    Todi

    Ótimo obrigado.

    Ver artigo
  • Victor

    Victor

    Fiz os treinamentos de Excel Básico e Intermediário. Ambos são excelentes e proporcionam um ótimo domínio da ferramenta para que…

    Ver artigo
  • PL

    PL

    Ajudou pacas, muito prático. vlw.

    Ver artigo

AGENDA

ENCONTRE-NOS NO FACEBOOK

CADASTRE-SE PARA NOVIDADES